16/03/2011

Hermano

Sabes , hoje apetece-me escrever-te , talvez porque hoje as saudades apertam. Elas entraram a matar, e eu virei-lhe as costas, bati-lhe com a porta na cara e mesma assim elas insistem e permanecem. Já me limito a dizer que me acostumei a elas, talvez porque tenha que ser assim, e porque saiba que no verão volto ao mundinho onde tudo , mas tudo mesmo é perfeito, apesar de todas as quebras e lágrimas. Fazes-me falta, constantemente! Faz me falta aquele apoio que me davas diariamente, mesmo sem dares conta, faz-me falta o teu sorriso, as tuas conversas e a tua paciência para me aturares :) Faz-me falta saber como andas, sem ser por um computador, muito menos por uma rede social. Faz-me falta saber como estás, se te apetece partir tudo ou não. Faz-me falta olhar nos teus olhos e ler-te a alma mesmo sem eu perceber como o faço. Faz-me falta isso tudo e mais alguma coisa. Faz-me falta chamar-te de parvo e parolo e trengo !
Tenho-te com um irmão , aquele que nunca tive, mas aquele do qual me orgulho apenas porque sim e não apenas porque em apetece! São poucos os meus orgulhos, sabes? E são poucas as pessoas que sei que daqui para a frente irão permanecer na minha vida, tu serás sempre uma dessas poucas pessoas. ESTOU SEMPRE CONTIGO , mesmo quando pensas que não eu estou lá.

Gosto muito, muito de ti ♥

4 comentários:

Daniela disse...

Que lindo minha querida *-*

Lu disse...

Ohh, que texto fofinho minha Nii *.*
Ainda bem que ainda existem pessoas assim :)

M' disse...

este textinho é que me aqeceu =D *.*

<3 minha queen!

margaridda disse...

adorei ;o
vou seguir +__+